Agende sua consulta (011) 3159- 1921 / (011) 3129-3416 / (11) 98866-0495

              

For up to £250 Bonus for sports, use our exclusive bet365 Bonus www.abonuscode.co.uk Claim your bonus and start betting at bet365 now.

Cálculo Renal: Gênese e Fatores de Risco

calculo renal

Cálculos renais, também chamados de “pedras no rim” são exatamente o que eles parecem: pedras que crescem dentro dos rins e podem caminhar pelo sistema urinário. Elas são formadas quando determinados sais e minerais, como o cálcio, oxalato ou ácido úrico, que são normalmente eliminados dissolvidos na urina, se precipitam e se transformam em cristais que crescem progressivamente, transformando-se em pedras, ou ainda quando determinadas bactérias habitam cronicamente o rim, elevando o pH da urina e facilitando a formação de cálculos.

Geralmente as pequenas pedras formadas nos rins são espontaneamente eliminadas durante a micção, mas podem ficar presas em seu caminho, bloqueando a passagem da urina e gerando os sintomas das chamadas “cólicas renais”.

Existem fatores de risco para o desenvolvimento de cálculos urinários chamados modificáveis- aqueles que podem ser reduzidos com mudanças no estilo de vida principalmente na dieta- e aqueles fatores de risco inerentes aos pacientes, mas que podem ser controlados. Daremos ênfase aos fatores de risco modificáveis:

  • Ingestão de líquidos: quanto maior a quantidade de urina produzida diariamente, menor o risco de precipitação dos sais e minerais que levarão à formação dos cálculos
  • Grande ingestão de proteína de origem animal : Pacientes com ingestão aumentada de carne vermelha têm alterações urinárias que podem predispor à formação de cálculos
  • Baixa ingestão de cálcio e grande ingestão de sódio

Outros Fatores de Risco:

  • Diabetes
  • Obesidade
  • Altos níveis de colesterol
  • Hipertensão arterial
  • Infecções urinárias de repetição

O estilo de vida moderno do ser humano atual, com alimentação desbalanceada carregada em proteína animal, sedentarismo e por conseguinte obesidade (levando à sindrome metabólica) são um prato cheio para a formação de cálculos urinários.

O estilo de vida moderno do ser humano atual, com alimentação desbalanceada carregada em proteína animal, sedentarismo e por conseguinte obesidade (levando à sindrome metabólica) são um prato cheio para a formação de cálculos urinários.